Portugal é grande quando abre horizontes

05
Mai 09

 

Copyright V. Ângelo

 

Lá fui a Goz Beida, para tranquilizar a comunidade humanitária. Os rebeldes estão na zona, um ou outro campo de refugiados já foi visitado pelos homens armados. O governo organizou esta tarde uma ofensiva aérea, o que atrasou a minha partida de Goz Beida  -- não convém voar quando está a chover metal, metralha grossa, a cair de forma bem cerrada.

 

A aterragem ainda esteve para ser a  pique, para minimizar os riscos. Levantámos voo virando logo para Oeste, que a Leste está a fronteira, a Norte, a base aérea do governo e a Sul, a zona onde estavam a cair prendas do céu.

 

Mais um dia com uma certa agitação. Sobretudo, porque andar de avioneta onde os caças andam à procura de presa faz um bocadinho de comichão atrás das orelhas.

 

 

 

publicado por victorangelo às 22:58

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

21




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO