Portugal é grande quando abre horizontes

24
Set 08

Na altura em que o Presidente faz valer a voz do nosso país na tribuna da Assembleia-geral, convirá lembrar que Portugal nunca apoiou de forma activa a presença de quadros portugueses na ONU. Quem hoje tem funções nos diferentes departamentos das Nações Unidas chegou lá pelo seu pé.

 

Ninguém sabe, no MNE, quem são e o que fazem os portugueses nas Nações Unidas. Não há ligação estruturada.

 

Talvez seja a altura de pensar na questão e passar a acompanhar os funcionários de nacionalidade portuguesa, tal como muitos outros governos o fazem há anos.

 

O exemplo mais flagrante de apoio e' o da Noruega. Oslo segue a carreira de cada um dos seus cidadãos, mantém-nos ligados ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, e facilita a transição da função púbica nacional para as Nações Unidas e vice-versa.

publicado por victorangelo às 22:18

twitter
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12


25
27



<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO