Portugal é grande quando abre horizontes

05
Jun 09

 

Copyright V. Ângelo

 

Nas terras áridas, a água é uma questão de vida. A luz e as cores enchem a alma mas não matam a sede.

 

Água, coisa simples, não se pede muito mais.

 

A pobreza manifesta-se também na falta de acesso à água potável. É confrangedor ver as pessoas secas, mortas de sede, palitos vivos, pele e osso, que nem aos políticos interessam.

publicado por victorangelo às 21:46

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

19




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO