Portugal é grande quando abre horizontes

04
Out 09

 

Fica-se, muitas vezes, com a impressão que muitos Portugueses são simplesmente trapalhões, preguiçosos, estreitinhos e incompetentes. Esta parece ser uma das nossas características, quando temos as costas quentes e bons padrinhos políticos. Aliás, a cunha continua a ser, como já o fora no tempo do Salazar, o principal factor dos pequenos e grandes sucessos nas vidas de muitos de nós.

 

Junte-se uma pitada de manobrismo, para completar o quadro.

 

Também há os que são competentes, trabalhadores e bons líderes. Poderiam ser mais.

 

 

publicado por victorangelo às 23:05

Quem dera que fossem mais.
Quem dera que o nepotismo nunca se aliasse à incompetência.
Quem dera que o Princípio de Peter fosse mentira.
Gi a 5 de Outubro de 2009 às 12:09

Quem dera...
Quem dera...mas não é.
antónio silva angelo a 6 de Outubro de 2009 às 08:17

twitter
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15
16


26


<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO