Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Problemas

 

No seguimento do grave incidente com o nosso helicóptero, que transportava 12 capacetes azuis, viajei para Abéché, com uma delegação do governo. Tivemos uma guerra de mapas. De um lado, o Chefe do Estado-Maior do Exército, a dizer que estávamos na zona errada. E a perguntar quais eram as nossas intenções. Do outro, o meu comandante militar, com as cartas desenhadas com base nos pontos marcados pelo GPS do helicóptero, a mostrar que a máquina se pousara 20 quilómetros a Oeste do sítio indicado pelo CEME.

 

A luta entre o conhecimento do terreno e a tecnologia informática. A palavra contra a técnica.

 

Como ninguém conseguia convencer o outro, optámos por uma solução temporária: tréguas. E por reafirmar a boa vontade de cada uma das partes. Uma maneira de diminuir a tensão. Dar tempo para encontrar uma solução, amanhã, que salve a honra de ambos.

 

Estamos, aliás, num período de grandes discussões sobre o futuro. Uma operação de manutenção de paz resulta numa estrutura pesada, com centenas de veículos, milhares de pessoas, dezenas de aviões e helicópteros, geradores de todo o tipo, bases militares que parecem cidades, perdidas no meio do nada, pistas de aeroportos, hospitais militares, um mundo de coisas caras num país de gente pobre. A operação tem um impacto significativo sobre a sociedade e o ambiente. O futuro depende de uma decisão do Conselho de Segurança, mas também do país que acolhe a operação. No nosso caso, o Chade tem muitas dúvidas enquanto que a República Centro-Africana não tem nenhuma.

 

Tudo isto dava para escrever um tratado. Mas fiquem apenas estas notas soltas, para que se entenda um pouco mais a complexidade destas coisas. Como dizia um dos meus coronéis, quando se está em operações, não há tempo para pensar. Passa-se o tempo a resolver problemas. Ou a tentar.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D