Portugal é grande quando abre horizontes

24
Fev 10

 

A lenda que vos contei ontem, de um rafeiro que todos imaginavam ser uma fera, despertou interesse. Muitos leitores fizeram referência à desgraçada da historieta. Comentários bem criados foram surgindo ao longo das horas. Sem ter autorização para falar em nome do rafeiro, quero, mesmo assim, dizer obrigado e que haverá mais. É que quem anda pelos desertos perde-se a contar lendas às estrelas.

 

Mas, atenção! Não caiam na tentação das dunas finas e alouradas pelo Sol, nos prospectos que vos mostram nas agências de viagens, nas fotografias de espaços a perder de vista, contra um azul profundo do céu, nos repousos quentes de fim da tarde, que estas terras encerram muitos perigos.

publicado por victorangelo às 12:42

Os "antigos" expressão muito usada em Trás-os-Montes ) da aldeia onde a minha mãe nasceu costumam dizer um ditado muito interessante: "São Ciburato morreu de velho"! Ora, a cautela nunca fez mal a ninguém , pois "nem tudo o que parece é".
Tito a 24 de Fevereiro de 2010 às 17:11

twitter
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10


22



<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO