Portugal é grande quando abre horizontes

29
Out 08

A crise actual ensinou-nos que no mundo de hoje já não há certezas. Tudo pode acontecer. Nada e' de excluir. Os desafios 'a imaginação não cessam.

 

Bancos que ontem eram pilares da economia e exemplos de sabedoria económica e financeira, hoje aparecem como ninhos de incompetentes e de pulhas, empresas que eram de bandeira, fecham agora as portas, Islândias que ocupavam o primeiro lugar no Índice do Desenvolvimento Humano passaram a estar 'a procura de um sentido de vida, o que valia há meia dúzia de tempos desaparece no momento de agora.

 

Creio que só o governo e os partidos portugueses têm verdades imutáveis. A conversa do  passado continua com as mesmas palavras nos tempos de hoje. Não há mudanças, as querelas persistem como sempre o foram, as soluções propostas são as mesmas que nunca fizeram sentido, nada de novo, camaradas e companheiros, senhoras e senhores, até porque afinal nada mudou na classe política que nos dirige.

 

É talvez a altura de declarar a independência total de Portugal em relação ao mundo que nos rodeia. Que a festa comece a ser preparada, meus senhores!

 

 

publicado por victorangelo às 22:09

twitter
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15

21
23



subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO