Portugal é grande quando abre horizontes

10
Nov 08

A equipa do GOE que chegou ao Chade há seis meses, 12 elementos de grande nível, termina dentro de dias a sua missão de protecção pessoal do representante especial do Secretário-geral da ONU.

 

Volta a Lisboa com uma mão cheia de louvores, com muito prestígio e depois de ter honrado o nome de Portugal nas terras da África Central. Novos neste tipo de missões altamente especializadas, só ganharam admiradores e o respeito de todo o sistema de segurança das Nações Unidas.

 

Ganharam também a confianca das forças de segurança do Chade.  Foi um experiência única ver como conseguiram relacionar-se, nos cantos mais recônditos do Sahel, nas areias de Abeche, Goz Beida e do resto do deserto, com os gendarmes e os soldados do Chade, ou nas chuvas da República Centro-Africana, com os de Bangui.

 

A nova equipa, que os ira' substituir, chegou ontem de Lisboa. Como o molde e' o mesmo, irão certamente continuar o percurso que a primeira equipa abriu.

 

Assim se afirma o nome de Portugal em instâncias internacionais. Assim se abrem portas para o mundo. Assim se alargam os horizontes dos portugueses.

 

E assim se motivam equipas de elite.

 

Muito obrigado.

 

 

publicado por victorangelo às 21:37

twitter
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

17




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO