Portugal é grande quando abre horizontes

22
Mar 09

 

Comecei o texto sobre a crise económica internacional. A meio cheguei à conclusão que todos os que discutem a crise e as medidas a adoptar não têm estado atentos ao que os povos dizem.

 

Os políticos passam o tempo a ouvir os economistas, que continuam a aconselhar as mesmas receitas académicas. Insuficientes. Tecnicamente razoáveis, mas insuficientes.

 

Mas não ouvem as pessoas, que dizem que as desigualdades e os desequilíbrios são as causas da crise.

 

Assunto a desenvolver. Quando estiver mais livre de outras obrigações.

 

 

publicado por victorangelo às 22:19

twitter
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO