Portugal é grande quando abre horizontes

18
Abr 09

 

 

São 23:00 horas. A temperatura no meu jardim, aqui na minha cidade de N'Djaména,  esta' na casa dos 36 graus. Na minha sala de estar, tenho 43.

 

Quem se pode queixar, nestas terras, de que o preço do aquecimento central esta' pelas horas da morte? Nesta cidade, morre-se de calor a um preço muito acessível. São terras em que morrer sai barato.

 

Os piratas do Golfo de Aden, de quem falo na Visão on line desta semana, têm pelo menos a brisa do mar a seu favor. Vejam, por favor

 

http://aeiou.visao.pt/piratas-e-preconceitos=f504842

 

Enjoy the breeze!

 

 

publicado por victorangelo às 23:29

 

 

 

Fotos Copyright V. Ângelo

 

Estive dois dias nos Camarões, para consultas sobre questões de segurança regional na África Central. As fotografias mostram o centro de Yaoundé.

 

Yaoundé, a capital política dos Camarões, é uma cidade de colinas verdes, perdida no meio da floresta equatorial e do mato da corrupção que reina nas classes dirigentes do país.

 

Os Camarões são terra fértil, de gente empreendedora e muito trabalhadora. Foram, no final dos anos setenta, um exemplo de progresso económico, mas estão hoje presos numa relação de má governação, com a antiga potência colonial e outros membros da comunidade internacional muito dispostos a fingir de cegos.

publicado por victorangelo às 13:49

twitter
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO