Portugal é grande quando abre horizontes

24
Abr 09

 

Nesta véspera do Dia da Liberdade, constato com tristeza que o Portugal político continua a ser muito intolerante. O outro não é aceite, não por questões de diferenças de ideias ou de programas, apenas e tão só, por não ser um dos nossos.

 

Os protagonistas políticos não conseguem colocar o interesse nacional acima da visão redutora que vê tudo a partir do pertencer ou não ao nosso grupinho de amigos.

 

A discussão sobre o homem de Bruxelas tem sido o exemplo mais recente desta mentalidade que se sente feliz quando exclui.

publicado por victorangelo às 19:07

twitter
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO