Portugal é grande quando abre horizontes

21
Nov 09

 

Passei a tarde a discutir o fracasso que é o Quarteto do Médio Oriente, no que respeita à crise Palestiniana. O Quarteto não anda nem desanda. Não é apenas um impasse. Temos uma crise que é cada vez mais aguda, mais complexa e está, de facto, mais longe do que nunca de uma solução pacífica. As ocupações de terras palestinianas só complicam a situação e tornam a perspectiva da criação de dois estados cada vez mais inviável.

 

Estou, no entanto, num sítio que pouco tem que ver com as terras santas. Embora seja um sítio divino, nas colinas dos arredores de Vevey, com o Monte Branco à minha frente e o Lago Léman no sopé da encosta.

 

É verdade que os Suíços tentam desempenhar um papel mais activo em matéria de resolução de conflitos. Mas no caso em causa, não há hipóteses.

 

Só os Estados Unidos parecem ter a chave do problema...

publicado por victorangelo às 20:12

twitter
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO