Portugal é grande quando abre horizontes

15
Abr 10

 

Para além do Pacto de Estabilidade e Crescimento, que mais não é que um programa de restrição fiscal e de contas públicas por acertar, depois de gastos à brava, por motivos político-partidários,  a questão central permanece: como revitalizar a economia portuguesa?

 

Sem uma economia dinâmica, moderna, competitiva e com nichos próprios, não haverá emprego, nem serviços sociais de qualidade, nem contas públicas dentro das regras.

 

Os nossos dirigentes parecem ter perdido de vista a questão da economia. Ou então, têm medo de abordar as dimensões estratégicas que definirão o nosso futuro. Existe a ideia, na nossa política, que dizer a verdade faz perder votos.

 

 

publicado por victorangelo às 21:43

twitter
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



30


subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO