Portugal é grande quando abre horizontes

24
Jun 10

Espera-se de um governo que torne a vida em sociedade mais fácil, com regras claras, sem grandes burocracias, com segurança e ordem pública. Um governo que promova os valores do civismo, que dê um sentido à nação, um projecto nobre e mobilizador das melhores energias, das competências dos cidadãos, um governo de oportunidades e de justiça. Também, que seja uma liderança capaz de nos representar no exterior com dignidade e inteligência, com uma clara compreensão dos nossos interesses nacionais e, igualmente, das nossas responsabilidades internacionais.

 

Se assim não acontecer, se se estiver perante uma classe política que mais não faz do que aumentar a confusão, as fracturas sociais, os conflitos, os obstáculos à criatividade dos cidadãos, as dificuldades, a burocracia, os absurdos administrativos, estamos tramados. É o nosso futuro, e o dos que virão depois de nós, que está a ser posto em causa.

 

Numa situação desse género, é preciso falar claro e procurar reunir as boas vontades e as gentes sérias e de coragem. É a altura do sobressalto.

publicado por victorangelo às 19:41

twitter
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO