Portugal é grande quando abre horizontes

17
Dez 10

O Conselho Europeu de fim de ano terminou esta tarde. Desde então, o Euro perdeu valor. Apesar da aprovação do mecanismo financeiro de estabilização do Euro, de que os países fogem como o Diabo da cruz, ninguém quer ser visto a bater a essa porta, e também apesar da encenação da reunião do Conselho ter sido preparada para dar uma aparência de calma e unidade de propósito, ao nível dos líderes.

 

Entretanto, o BCE continua a ser a única tábua de salvação de certas economias. Na  semana passada, o Banco adquiriu 2.67 mil milhões de Euros de papéis públicos e de obrigações do tesouro da Irlanda e de Portugal. Este tipo de intervenção não é sustentável, a prazo. É uma medida de curtissimo prazo, que apenas serve para adiar os problemas.

 

Nos mercados, a Irlanda atingiu a casa dos 8.3% e Portugal viu a sua taxa de juros andar pelos 6,47%. Em ambos os casos, tratam-se de valores insuportáveis para essas economias. Mais tarde ou mais cedo, vai haver gente chamuscada.

 

Mas, está tudo sob controlo, dizem-nos, na frente ocidental.

 

Ou seja, vamos para férias de Natal tranquilos, embora sem nada resolvido.

publicado por victorangelo às 21:38

twitter
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO