Portugal é grande quando abre horizontes

12
Mar 11

Infelizmente, a história da politica está recheada de loucos com sorte. Khadafi é apenas um exemplo. A coberto da tragédia no Japão, que retirou a Líbia dos noticiários internacionais, tem estado a reforçar os bombardeamentos das posições rebeldes. Não o faz pela calada da noite. Fá-lo à luz do dia, mas quando as câmaras estão viradas para o Oriente. 

 

Entretanto, a posição da Liga Árabe sobre uma zona no-fly foi adoptada hoje. Esta decisão põe o Conselho de Segurança da ONU contra a parede.

 

Quem também resolveu colocar-se numa situação impossível, contra a parede do sentido comum, foram os líderes europeus. Por um lado, dizem que o regime do Coronel acabou. Por outro, parecem não ter qualquer plano que transforme essa conclusão em medidas concretas. É fumo, só fumaça, sem mais, sem coerência.

 

De facto, com políticos assim, compreende-se que tanta gente venha para a rua e diga que já chega de politiqueiros e de politiquices. As manifestações de hoje em Portugal foram um exemplo desse estado de alma. As pessoas estão, na verdade, fartas de conversa. E de loucos, sortudos e outros diabos do género.

publicado por victorangelo às 20:28

twitter
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO