Portugal é grande quando abre horizontes

31
Mai 11

A Comissão Europeia está a atravessar uma fase de desnorte e desmotivação. As transferências de funcionários de um serviço para o outro e a falta de coragem perante as tropelias dos Estados membros - ninguém ousa dizer às capitais que certas decisões estão fora dos acordos comunitários - fazem aumentar a confusão.

 

Entretanto, Mário Soares publicou hoje mais umas linhas sobre a senhora Merkel e a Europa. Chavões, frases feitas, puro ácido e uma análise pela rama, tudo a revelar que não entende o que se passa actualmente na UE. Mas não está só. Ainda ontem li um artigo de Dominique Moisi sobre a Alemanha que se inspira em puro idealismo criativo e sem raízes na realidade que define a nova relação de forças na Europa. 

 

Não tive oportunidade de ler o que disse Chris Patten, que há dias falou, em Lisboa, sobre temas similares. Valerá a pena comparar.

 

Entretanto, os Estados Unidos estão de volta. Curiosamente, a Polónia é um dos aliados preferidos. Geopolítica e o peso das forças armadas polacas explicarão uma boa parte do interesse.

 

publicado por victorangelo às 21:56

twitter
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO