Portugal é grande quando abre horizontes

12
Jul 11

Numa situação de crise profunda, quem lidera deve inspirar confiança e saber dizer as palavras que tranquilizem. Mostrar serenidade é meio caminho andado. Mas também é preciso ser convincente e não dar a impressão que se tem uma agenda escondida ou uma ambição política pessoal. 

 

Estarei a pensar em alguém em particular, perguntará o leitor? Claro que sim. Vejam-se as entrevistas e declarações recentes de quem pensa ser um bom candidato dentro de cinco anos. Mas, para já, fica apenas este aviso e uma reflexão genérica. 

 

publicado por victorangelo às 22:00

twitter
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO