Portugal é grande quando abre horizontes

17
Jul 11

Cádis, uma cidade virada para o mar, uma quase-ilha muito comprida e moderna.

 

Praias cheias, num Domingo de Sol, mas muitos farnéis e pouco consumo. A vida está cara e os empregos são poucos.

 

A auto-estrada para Sevilha, ao fim do dia, é de evitar. São como 115 km de engarrafamento. Pode não haver dinheiro para muito mais, porém para o bronzeado e para o carro tem que aparecer.

 

publicado por victorangelo às 18:25

twitter
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO