Portugal é grande quando abre horizontes

12
Ago 11

A 9 de Agosto e ontem, de novo, camiões vindos de Espanha, com frutas e legumes destinados aos mercados europeus, foram atacados por grupos de vândalos, à entrada em França, sobretudo na região fronteiriça com a Catalunha. Os atacantes, que têm actuado de cara descoberta, dado entrevistas e afirmado que são agricultores franceses, dizem que o motivo para as suas acções violentas e ilegais tem que ver com a importação de hortícolas espanhóis a preços inferiores aos praticados pela produção francesa. 

 

As autoridades da Franca, ao nível político, bem como a Polícia e Gendarmerie nada têm feito para impedir estes desacatos nem para prender os seus autores. Segundo parece, o simples facto destes desordeiros se identificarem como "agricultores" tem sido suficiente para lhes garantir impunidade. 

 

Bruxelas, por seu lado, finge que não vê. A Comissão Europeia tem, como já se tornou hábito, medo de Sarkozy.

 

É um erro grave deixar estes desacatos sem resposta. Não pode haver dois pesos e duas medidas.

publicado por victorangelo às 22:17

twitter
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

18

26



subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO