Portugal é grande quando abre horizontes

30
Set 11

A identificação e posterior detenção de um cidadão americano, residente na zona de Sintra e há mais de 40 anos procurado pela justiça americana, tem despertado muito interesse, junto da opinião pública. Vários escritos, em particular no mundo dos blogs, têm sido produzidos sobre a matéria, sobretudo relacionados com as técnicas utilizadas pelos Estados Unidos para descobrir o paradeiro do fugitivo. Alguém chega mesmo a levantar a ideia de que os americanos teriam acesso aos milhões de impressões digitais arquivadas no Ministério da Justiça.

 

Tudo isto mostra que a nossa imprensa, e quem comenta, não tem ideia alguma de como funciona o sistema de segurança internacional. Na verdade, existe um sistema de intercepção de comunicações altamente sofisticado. As comunicações provenientes de Portugal, bem como as que a ele se destinam, incluindo emails e chamadas para certos números de interesse, do ponto de vista da segurança, passam pelo crivo. Infelizmente, não é possível entrar em pormenores, mas tudo começa dessa maneira, num caso como este.

 

O sistema é gerido pelos EUA e pela Grã-Bretanha, em conjunto com o Canadá, Austrália e a Nova Zelândia.

publicado por victorangelo às 13:23

twitter
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO