Portugal é grande quando abre horizontes

05
Abr 12

Dia de frio, no Algarve. Com as nuvens e os campos abandonados, a que se juntam as casas em ruínas ao longo da EN125, de Tavira a Olhão, este Algarve tem um ar de pobreza e abandono que faz pensar na necessidade de uma nova classe política para o nosso país, capaz de pôr ordem nas coisas, de levantar a economia e dar ânimo a um povo que bem precisa dele. 

publicado por victorangelo às 22:44

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO