Portugal é grande quando abre horizontes

08
Jul 12

Ontem estive na festa de aniversário da independência de Cabo Verde. A residência da embaixadora em Bruxelas foi o ponto de encontro de naturais do país, mais gente vinda de outros PALOPs e de amigos europeus de Cabo Verde. Foi um prazer ver a pintura e a música das ilhas no centro das celebrações, assim como a culinária típica do país. Mas, acima de tudo, foi muito motivante ver gente que acredita no futuro da sua terra.

 

Cabo Verde é actualmente um destino forte para o turismo proveniente do BENELUX. Sobretudo a Ilha de Boavista. É possível voar directamente de Bruxelas e do Luxemburgo para a Boavista, sem maçadas burocráticas nem problemas de ligação. Um descanso turístico. 

 

A determinada altura dei comigo a pensar que se Cabo Verde não tivesse optado pela independência há 37 anos, hoje, nós, os depressivos que somos portugueses, poderíamos declarar-nos todos Cabo-verdianos e sentir-nos mais animados. Que bem estamos a precisar de uma boa dose de esperança.  

publicado por victorangelo às 20:08

twitter
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
18




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO