Portugal é grande quando abre horizontes

08
Jan 13

O Ministro Portas disse hoje ao serão que existem na sociedade portuguesa “…sintomas de desalento e desânimo …que é preciso contrariar com sensibilidade” (sic). Sintomas? Ou realidades? Desânimo e desalento, que são a mesma coisa? Sensibilidade, quando é bem claro que não têm sabido falar aos portugueses?

 

É só conversa. Não ajuda. Não leva a parte alguma

 

Eu diria o que venho a dizer há algum tempo. Estamos perante indicadores claros de quatro estados de alma, que, em simultâneo, numa interacção complexa, caracterizam o nosso relacionamento de agora com os outros cidadãos e as instituições públicas: revolta, desorientação, medo e desespero. 

publicado por victorangelo às 21:56

twitter
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO