Portugal é grande quando abre horizontes

22
Fev 13

Acho estranho que a produção de ideias sobre questões de segurança esteja dominada, no nosso país, por um grupo de velhos militares na situação de reforma.

 

Não fico preocupado por se tratar de um número muito reduzido de pessoas, sempre as mesmas, embora ache que essa maneira de fazer as coisas não favorece nem torna possível o aparecimento de novas ideias, de perspectivas diferentes, que estes generais, almirantes e outras altas patentes andaram todos na mesma escola e rezam apenas por uma cartilha. Também não me aflige a mediatização que alguns desses velhos senhores procuram dar às suas intervenções públicas. Nem os jantares, como o de hoje, que organizam. Penso, até, que se trata de cidadãos com um elevado sentido de patriotismo, no sentido tradicional do conceito. Portugueses que merecem todo o respeito.

 

O que acho estranho é que sejam pessoas vindas da defesa, que é apenas uma faceta da segurança nacional, a ditar a agenda. E o resto? 

publicado por victorangelo às 20:46

O sítio informático da Visão disponibilizou agora o meu texto mais recente publicado na edição impressa da revista. Pode ser lido em:

 

http://visao.sapo.pt/a-palidez-politica-da-europa=f714188

 

Cito um extracto do meu escrito:

 Com Berlusconi uma vez mais a definir a agenda, a Itália está embrenhada numa nova corrida para a confusão. Reina a demagogia. Até Monti já faz promessas eleitorais irrealistas, ao revés da orientação que seguiu enquanto chefe de governo. Uma parte significativa do eleitorado irá votar, sem grande fé no prometido, mas com base no “nunca se sabe”. 


Espero que tenham a paciência de ler e comentar.

publicado por victorangelo às 14:11

twitter
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO