Portugal é grande quando abre horizontes

15
Mar 13

O seminário da PSP sobre os desafios da segurança veio recentrar o debate sobre o que de facto é importante: quais são as ameaças à segurança nacional e qual deve ser a resposta dos diferentes pilares do edifício securitário. Ou seja, que papel para os militares, para as polícias, para as informações e para a protecção civil. No que respeita às polícias, ficou claro que as polícias devem ter um carácter civil e ser reorganizadas. A racionalização das polícias tem, além disso, a vantagem de permitir poupanças enormes, em termos de finanças públicas e de permitir uma maior eficácia. Mas tem que fazer frente a dois grandes obstáculos: os interesses de alguns, que não querem que a atomização actual desapareça; e a falta de coragem política.

 

 

 

 

publicado por victorangelo às 21:49

twitter
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
16





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO