Portugal é grande quando abre horizontes

12
Ago 13

Com as câmaras municipais endividadas até ao nariz – e muitas delas, pura e simplesmente falidas – ainda estou para perceber como há tanta gente interessada em concorrer às eleições autárquicas e à procura de um lugar de presidente de câmara.    

 

Será que são todos ou quase todos masoquistas? Ou “pirómanos”, que querem ajudar a enterrar ainda mais a vida pública? Ou acharão que têm alma de salvadores da nação?

 

Não há dúvida que cada vez percebo menos da política portuguesa.

 

publicado por victorangelo às 22:12

twitter
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14
17

19
21
23
24

26
27
31


subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO