Portugal é grande quando abre horizontes

14
Jan 14

A conferência de imprensa de François Hollande poderia ter sido o acontecimento do dia na UE. Não o foi. Para além das questões pessoais, que continuam a ter um impacto muito negativo sobre o bom senso político do Presidente, e que são uma distração de monta numa altura em que ele deveria estar totalmente concentrado nos inúmeros problemas a que a França tem que fazer frente, pouco ficou. Houve iniciativas a mais, uma série de anúncios de grupos e comissões novas, tudo muito confuso e muito redondo, pouco claro por isso para a maioria dos cidadãos, e bandeiras a menos. Uma ou duas ideias bandeiras teriam feito a diferença.

 

Ficou, no entanto, claro que haverá uma redução das despesas públicas bastante significativa nos próximos três anos, uma intenção de apoiar as empresas e uma maior atenção à parceria com a Alemanha.

 

Veremos.

publicado por victorangelo às 21:00

twitter
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO