Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Nem a ver comboios andamos

Muitos políticos portugueses e os comentadores que por aqui fazem ondas agem como se Portugal estivesse desligado do mundo. O centro das suas preocupações define-se pela rede de palermices que tantas vezes prende a opinião pública numa visão curta da realidade e nos impede de reflectir sobre a nossa interacção com os outros. Ora, o mundo não pára. E cada dia aparecem novos desafios. Quem os ignora, fá-lo com o risco de ficar para trás, ultrapassado. Que é aliás, o que nos tem estado a acontecer há um quarto de século, pelo menos.

Agora até os comboios nos ultrapassam. O último que o fez chegou esta semana a Madrid, vindo de perto da costa sudeste da China, da cidade industrial e mercantil de Yiwu. Situada a cerca de 300 quilómetros ao sul de Xangai, Yiwu é conhecida pelo seu dinamismo comercial. Daí saiu um primeiro trem de mercadorias, que atravessou o Cazaquistão, a Rússia, a Bielorrússia, a Polónia, a Alemanha e a França, com destino final em Madrid. Estamos a falar de 600 metros de vagões, de 30 contentores num total de 1 400 toneladas de brinquedos, prendas de Natal e outros bens de consumo barato. E de uma viagem de 13 000 quilómetros. Um percurso feito em 21 dias – de barco teriam sido precisos pelo menos 30 dias. Um empreendimento que mostrou várias coisas: que as fábricas da China estão mais perto de nós do que se pensava, que a ligação ferroviária é viável e vai pôr em causa uma parte da carga marítima – além de demorar menos, o trajecto por terra permitiu descarregar 10 contentores ao longo do percurso, o que torna esta opção de transporte bem mais atraente – e que revelou ainda que a cooperação ao longo da linha é apreciada por todos, independentemente das diferenças e das tensões políticas.

Foi uma empresa alemã que organizou a logística. Ou seja, que testou e provou que existe aqui um nicho de negócios. Por isso, tem a intenção, em 2015, de organizar duas expedições deste tipo por mês. Sim, por mês. Se assim acontecer, dentro de um ano o panorama industrial e comercial europeu será diferente.

E nós, nesta história, onde nos vemos?

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D