Portugal é grande quando abre horizontes

27
Dez 14

Estes são dias de balanços, antes de se começar a olhar para o Ano Novo. Há balanços para todos os gostos. O problema é que, na vida como nas empresas, nem sempre se consegue ou quer olhar a verdade nos olhos. E assim, fazem-se contas, deitam-se culpas e inventam-se desculpas que procuram pôr a responsabilidade nos ombros de outros ou na má sorte. É assim a natureza humana. Sobretudo quando as coisas não correm de feição. Olha-se à volta mais do que para dentro. Na política, é o mesmo.

Felizmente, dentro de dias, estaremos às portas do Ano Novo. Nessa altura, voltam os sonhos, as promessas e a esperança. Tudo será melhor. Ainda bem que Janeiro começa assim, ano após ano.

publicado por victorangelo às 17:47

twitter
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

16
17

24

28


subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO