Portugal é grande quando abre horizontes

24
Mai 10

Crise nas Coreias. Uma questão muito séria em matéria de política internacional e de estabilidade no Extremo Oriente. Um desafio à autoridade da lei internacional.

 

O euro a baixar novamente, reflectindo a perda de confiança no espaço económico europeu, que, de repente, parece a todos que nunca foi verdadeiramente um espaço económico, apenas um grande mercado.

 

O FMI a aconselhar a Espanha, para que torne menos restritivas as leis laborais e a contratação colectiva, diminua as indemnizações aos que são despedidos. E a lembrar a Madrid que os bancos estão com a saúde abalada. Precisam de proceder a fusões, reestruturar-se, recuperar a solidez.

 

Em Lisboa, continuamos a viver a mesma confusão a que já nos fomos habituando. Os dirigentes metem os pés pelas mãos, parecem que andam às aranhas, dizem coisas que ninguém aceita nem crê, perdem crédito e pontos quotidianamente. Não é bem uma crise. É o caos em auto-gestão.

publicado por victorangelo às 20:47

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

22




subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO