Portugal é grande quando abre horizontes

15
Fev 11

Dizia-se hoje, baixinho, discretamente, para que não fosse muito ouvido, que um dos nossos grandes bancos portugueses estava a negociar com um dos antigos presidentes do seu Conselho de Administração, para que o homem aceitasse uma redução na sua pensão vitalícia.

 

O fulano tinha estado à cabeça do banco - uma cabeça estranha que ele tem, cheia de ideias que não lembram nem ao Diabo - durante uns anitos. Saiu com uma reforma mensal de 40 mil euros. Sim, 40 mil. O banco em questão quer agora reduzir esse valor, cortar 10%. Ou seja, o pensionista, que tem à volta de 50 anos de idade, passaria a receber apenas 36 mil por mês.

 

Pensei que um banco que paga esse tipo de pensões deverá ter outros gastos igualmente exorbitantes. Conta minha, numa casa dessas, nem pensar. Nem aconselho ninguém a trabalhar com um banco assim.

 

 

publicado por victorangelo às 20:20

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



28


subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO