Portugal é grande quando abre horizontes

18
Mar 11
O meu amigo Tito, no comentário que faz ao meu blog sobre a "mau político", pergunta se vivemos "numa sociedade irresponsável". Ou seja, num país sem "a mínima noção de dever, preocupação e responsabilidade..."
 
A minha resposta dirá que sim. Pelo menos, no que respeita à grande maioria da classe política. É um dos grandes problemas da situação actual. As pessoas olham para um lado e depois para o outro e vêem apenas gente que está na vida pública por interesse pessoal, nada mais. O sentido do dever, a dedicação ao bem comum, o espírito de missão, se existem, não se notam. E, como tantas vezes se tem dito, as máquinas partidárias são meros trampolins, essenciais para o acesso ao poder, aos negócios e à riqueza. 
 
E como o exemplo vem de cima, os de baixo dizem, então, "deixa andar". Assim se corrompe um país. Assim se destroem os valores da confiança e da solidariedade. Sem eles, ficamos todos mais pobres. Até no sentido económico do conceito, pois um país que sofra uma crise de valores nao é um sítio atractivo, em termos de investimentos sérios. 
 
publicado por victorangelo às 20:36

concordo, mas espero que quando o barco for ao fundo e os ratos fugirem todos, apareça alguém que leve os salvas vidas a bom porto, Portugal e alguns Portugueses merecem.
M. Silva
m. silva a 20 de Março de 2011 às 18:28

twitter
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16




<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO