Portugal é grande quando abre horizontes

27
Jun 11

De manhã, passagem do tempo na praia de Saintes-Maries-de-la-Mer. Um encanto de urbanismo, organização, segurança, facilidade de estacionamento, tudo a preços acessíveis. Uma praia que mostra que o Algarve é um escândalo, uma roubalheira e um sítio para deixar pousar os patos bravos.

 

Depois, o circuito da Lagoa de Vaccares, um parque natural com muitas facetas: aves, plantas, cavalos selvagens, peixes, e muitas possibilidades de passeios a pé e de bicicleta.

 

À tarde, viagem até Aix-en-Provence. Uma cidade cheia de vida, muito jovem, em termos da população residente, com uma parte antiga muito bem conservada, embora recente: do século XVII até aos nossos dias. Uma temperatura infernal nas velhas ruas da urbe. E uma língua local, a língua de Oc, que é prima directa do português. Curioso ler as inscrições numa língua que se assemelha ao que falamos.

 

Ao fim do dia, um encontro com a cigana-chefe de Arles. Mulher velha e sabida, que não vos deixa muito espaço para manobras. Tem muita conversa. Não lhe mostrei a mão. Era capaz de me dizer que eu ainda haveria de ser... Vocês imaginam.

publicado por victorangelo às 20:29

twitter
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO