Portugal é grande quando abre horizontes

04
Out 11

Várias empresas públicas estão com a corda na garganta, no que diz respeito ao pagamento de salários. Em Setembro, ainda conseguiram crédito junto dos bancos. Mas um ou outro banco já começou a dizer que não há dinheiro disponível para mais. Que é preciso cortar nas despesas e reestruturar as empresas em causa. A Carris de Lisboa é um dos exemplos. 

 

Por outro lado, fica-se com a impressão que muitos, aqui na nossa terra, ainda não entenderam a gravidade da situação económica do país. Tenho estado a pensar, por isso, que talvez o meu próximo texto para a Visão devesse dar exemplos de outras crises, que vi, noutros cantos do mundo, e das consequências que arrastaram consigo. Talvez uma crónica desse tipo ajude a perceber o efeito vórtex que uma situação como a actual encerra.

publicado por victorangelo às 23:03

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO