Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Conduzir no deserto das SCUTs

Vilar Formoso. Nada indica, à entrada, que é preciso comprar uma senha de pagamento das portagens automáticas da ex-SCUT, a única via possível para quem se dirige para o Norte, Centro ou Sul de Portugal.

 

Eu, como sabia, parei na rotunda, à procura do local de pagamento. Lá estava a máquina, com três ou quatro espanhóis, ninguém mais, os outros estrangeiros nem pararam, à volta dela. Disseram-me que não havia maneira de pagar, pois a coisa estava avariada. Um dos espanhóis acrescentou, não se preocupe, eu venho regularmente a Portugal, nunca pago e não me acontece nada por isso. Os portugueses são boa gente...

 

Perguntei a um habitante local qual poderia ser a solução. O homem disse-me, bem amável, cinco quilómetros mais à frente, na bomba da BP, pode pagar. Muito bem. Lá fui, passei o primeiro conjunto de pórticos sem pagar, parei na estacão de serviço. Dirigi-me à loja: fechada, "temporariamente"...

 

Continuei a minha viagem, passei mais uns pórticos electrónicos, e já na área da Guarda, voltei a parar na bomba local, para tentar cumprir o meu dever, ou pelo menos, obter alguma indicação. A estacão de serviço estava vazia, aliás, como a auto-estrada, de Norte a Sul, um vazio que dava dó, sem actividade económica nem vida. A menina de serviço, entenda-se bem o que quero dizer, disse-me, como vai para Lisboa pode pagar em Abrantes, duzentos e tal quilómetros mais abaixo...

 

E assim foi. Fui passando pórticos, diria de cinco em cinco quilómetros, sem pagar. Em Abrantes, na área de serviço, devo ter sido o único a parar para pagar. 10,62 euros. 

 

Pensei muitas coisas sobre tudo isto. O investimento feito com dezenas de pórticos e de câmaras, a falta de informação, a ausência de tráfego na ex-SCUT, completamente às moscas, o impacto de tudo isto sobre o turismo, e assim por diante. Mas, o mais confrangedor, não foi ver a imbecilidade do sistema, já estamos habituados a decisões bacocas, mas sim o facto de toda a Beira Interior parecer estar parada, sem actividade, os campos meio abandonados e a vida à espera da boa vontade de quem vem de fora.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D