Portugal é grande quando abre horizontes

23
Nov 12

Numa longa discussão, ao fim do dia, com dois filantropos americanos, homens visionários que estão empenhados na promoção de fontes alternativas de energia que façam mover os nossos carros, saindo por isso da total dependência que hoje existe em relação aos produtos petrolíferos, um deles definiu o automóvel moderno como um computador com rodas.

 

Achei que era uma descrição interessante. Mais. Com o avanço diário dos sistemas de software, amanhã teremos carros ainda mais “inteligentes”, talvez mesmo capazes de corrigir muitos dos erros humanos de condução. Só que isso talvez não interesse à indústria automóvel, que sem acidentes não se vendem novos carros...

 

Mas a questão fundamental tem que ver com a produção industrial de carros que funcionem com combustíveis alternativos, incluindo com gás liquefeito, que é uma fonte de energia mais económica, mais amiga do ambiente e abundante em várias partes do mundo.  Uma fonte de energia que não é apenas controlada por meia dúzia de estados instáveis...E que não implica a utilização generalizada de terras agrícolas, como acontece no caso dos biocarburantes, que roubam terras aráveis à cultura de alimentos...

 

Na verdade, as tecnologias necessárias para a utilização de outras fontes de energia já são conhecidas. Não entram, no entanto, nos mercados de modo definitivo, por causa do poder dos lóbis do petróleo. 

 

 

publicado por victorangelo às 21:34

Na verdade poderíamos estar já completamente independentes do petróleo enquanto fonte energética de um modo geral, não apenas no que toca ao automóvel. Alguns avanços técnicos importantes foram dados na altura do choque petrolífero da década de 70. Mas foram posteriormente “cirurgicamente” abandonados. Digo isto enquanto especialista na área, imparcialmente e sem qualquer simpatia por “teorias da conspiração”. A energia é um assunto sério e muito pouco lógico.
O caso particular do gás liquefeito em automoveis existe no nosso país mas tem sido sucessivamente descredibilizado e pouco apoiado. Mas é uma alternativa excelente a todos os níveis.
VascoB. a 24 de Novembro de 2012 às 23:50

Excelente comentário. E é bom saber que o Vasco é um especialista nestas matérias. Fazem falta vozes como a sua, que sabem e mantêm a objectividade.

Cumprimentos,

VA
victorangelo a 30 de Novembro de 2012 às 20:59

twitter
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14




<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO