Portugal é grande quando abre horizontes

15
Jan 13

Chatham House é um dos think tanks mais importantes no Reino Unido. Tenho dois ou três amigos que trabalham nessa instituição, em Londres, e posso assegurar-vos que se trata de gente de uma inteligência excepcional e de uma experiência do mundo rara. Chatham House organisa ume certo número de debates de alto nível, ao longo de cada ano. As discussões têm lugar segundo a Chatham House Rule, a Regra da casa, que estabelece que quando uma reunião, ou conferência, é realizada com a aceitação dessa regra, os participantes têm toda a liberdade de utilizar a informação que for partilhada, mas não podem mencionar o nome de quem a deu nem a sua filiação institucional, como também não estão autorizados a revelar os nomes dos participantes nessa reunião.  

 

É uma regra que é muito frequente em muitos outros debates, noutras instituições. Muitas vezes, em Bruxelas, tenho a oportunidade de participar em discussões que seguem a Chatham House Rule. O objectivo é o de criar um ambiente que, se for respeitado por todos, permite a cada um de dizer o que pensa e divulgar informação, que doutro modo o não faria.

 

Apercebi-me hoje que em Portugal tudo isto é novidade.  

 

E continuo a ver que estamos todos com muita vontade de malhar em quem não está de acordo connosco. O que faz lembrar a velha canção do Ó Malhão, Malhão! Ou seja, andamos todos a pensar num Portugal de outrora, dos rurais, das danças folclóricas e do mal-dizer. Sem ofensa, claro!

 

  

publicado por victorangelo às 22:13

twitter
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO