Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Ideias irresponsáveis e incendiárias

Corre por aí a ideia que “quando não há dinheiro, não se paga”.

 

É verdade que quando alguém deixa de ter meios deixa igualmente de poder pagar as suas dívidas ou empréstimos. Também se sabe quais são as consequências de uma situação dessas, em termos de acesso a novos créditos e outros aspectos da vida quotidiana, que impliquem transacções em dinheiro e pagamentos.  

 

Neste caso, o melhor é negociar com os credores e conseguir um reescalonamento da dívida, mesmo tentar um perdão total ou parcial. Ou, para quem tem uma tia rica no Brasil, pedir à velha que abra os cordões à bolsa. Só que, tias no Mato Grosso, há poucas e os sobrinhos são muitos.

 

Um país – Portugal, por exemplo – não é exactamente comparável à vida de uma família. Sou, aliás, dos que se opõem a que se compare um país e as suas contas públicas à situação de uma família tipo. Mas, neste caso, um certo paralelismo seria possível. Se Portugal não tem dinheiro para pagar as suas obrigações – sobretudo as externas – a melhor resposta é a de negociar. Nunca seria a de dizer que não paga. A decisão de não pagar, tomada unilateralmente, levaria à insolvência internacional, à exclusão do país de toda uma série de mecanismos financeiros e comerciais internacionais. Seriamos tratados como um estado pária.

 

Por isso, quem anda por aí a dizer que não devemos pagar, pura e simplesmente, só pode dizê-lo para radicalizar ainda mais um ambiente que já está a ferver. Se, ainda por cima de tudo, for uma pessoa grande a dizê-lo, temos que responder sem hesitações que assim não iremos mais longe do que ao caos generalizado.  

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D