Portugal é grande quando abre horizontes

27
Jul 13

Quanto mais aprofundo a análise mais convencido fico que a nova equipa dirigente, agora colocada à frente do Ministério dos Negócios Estrangeiros, é muito fraca. Será, mesmo, a mais débil, no seu conjunto, dos últimos vinte e tal anos. A começar pelo ministro, que mais não foi, em toda a sua vida profissional que um sabido oportunista político, desligado do país real e do resto do mundo, sem pensamento próprio. E a continuar nos secretários de Estado, que valem o que valem, ou seja muito pouco, ou mesmo nada, se olharmos ao seu valor a partir da perspectiva das relações internacionais e dos interesses de Portugal no mundo. 

publicado por victorangelo às 20:32

Na verdade a diplomacia económica ficará encarregue do anterior ministro. Desta forma, o cargo oficial só poderia assentar a alguém com o perfil que acaba de descrever.
Mas não deixa de ser extremamente desapontante. Dá a entender que os nossos governantes ainda não compreendem o real poder de uma diplomacia ativa, como muitas vezes se descreve e demostra neste Blog.
VascoB. a 27 de Julho de 2013 às 23:17

Infelizmente assim é...

VA
victorangelo a 28 de Julho de 2013 às 22:07

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO