Portugal é grande quando abre horizontes

22
Nov 13

A direcção nacional da PSP, sob a chefia de Paulo Valente Gomes, apresentou hoje a sua demissão ao ministro da tutela. Foi imediatamente substituída.

 

 Isto aconteceu na sequência da manifestação dos polícias, que ontem ultrapassou os limites e foi além das barreiras de acesso à escadaria da Assembleia da República. Os agentes da PSP destacados para manter a ordem não reagiram ao excesso dos colegas. Valente Gomes e a sua equipa não tiveram outra solução para além de pedirem a exoneração dos cargos de direcção que exerciam.

 

Haverá muito que dizer sobre este incidente. É um assunto com várias dimensões políticas.

 

Hoje, quero apenas reconhecer o valor e brio profissional da equipa cessante. Tive oportunidade de os conhecer e de discutir com eles, num seminário que levaram a cabo há alguns meses, e fiquei impressionado. Pelo seu profissionalismo, pelas suas qualidades intelectuais e também pela sua independência em relação ao poder político. Constituíam, no meu entender, uma equipa corajosa, que, entre outras coisas, teve a firmeza de levantar questões essenciais que apontavam, com clareza, para a necessidade de se reformar – progressivamente, pelo menos – o sistema dual e ineficiente de segurança interna, que assenta num modelo antiquado, com a PSP e GNR mais preocupadas em competir do que em colaborar entre si.

 

 Aqui fica uma palavra de homenagem a gente que soube ser responsável e, ao mesmo tempo, moderada.

 

 

 

 

 

 

 

publicado por victorangelo às 21:22

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


20

30


subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO