Portugal é grande quando abre horizontes

26
Dez 13

Estive recentemente numa conferência e ouvi Vital Moreira falar sobre o Parlamento Europeu e a China. Troquei, depois, algumas impressões rápidas com ele. O Vital tem uma péssima memória para fisionomias, nomes e pessoas. Mas tem sido certamente um grande deputado europeu, muito trabalhador e competente.

 

Lembrei-me hoje dele por achar que é, também, um homem com uma grande moderação e um bom sentido de equilíbrio. Será um dos poucos, na cena política actual de Portugal, que entenderá que a complexidade da realidade nacional exige compromissos e acordos entre gente sensata.  

 

Deverá, por tudo isso, ser excluído da nova lista de candidatos ao Parlamento Europeu. Assim se faz política no nosso país.

 

publicado por victorangelo às 21:19

É uma pessoa que não se coíbe de dar a sua opinião (geralmente sensata) mesmo que seja contrária à posição do partido que o elegeu. Vai pagar por isso. É assim por cá, viu-se o mesmo na caça às bruxas após as autárquicas, com o saneamento de muito boa gente de um partido "grande" por apoiarem candidaturas independentes.

Temos em Portugal uma democracia partidária que assenta em partidos que internamente são ditaduras.

Por silogismo, se calhar vivemos em ditadura em não sabemos...
VascoB. a 27 de Dezembro de 2013 às 10:55

twitter
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13



30


<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO