Portugal é grande quando abre horizontes

31
Dez 13

Ontem, ao fim da tarde, no centro da velha e linda cidade de Lovaina, fui abordado por uma jovem vestida ao modo tradicional cigano, como é costume na Europa do Leste. Pediu-me, em flamengo, que Lovaina está na Flandres, umas moedas, uma espécie de gesto de ano novo. Respondi-lhe com duas palavras em péssimo flamengo e mais umas em inglês. Depois continuei a falar com as pessoas que me acompanhavam, num espanhol que já conheceu melhores dias… A jovem virou-se, de novo, para mim, e perguntou-me, em castelhano, se eu vinha de Espanha. Disse-lhe, Portugal! E ela começou então uma conversa em português, uma língua onde também se sentia à vontade.

 

Falámos assim um par de minutos. Nomeadamente sobre a Roménia, o seu país natal.

 

Depois fiquei a pensar. Esta é a Europa de hoje. Para que se possa ter um mínimo de sucesso, mesmo sendo pedinte de rua, é melhor falar várias línguas. 

publicado por victorangelo às 07:25

Sem dúvida um ótimo escrito para acabar o ano, dá que pensar e que sorrir.

Que o próximo ano seja de Vistas Largas para todos.
VascoB. a 31 de Dezembro de 2013 às 18:05

twitter
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13



30


<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO