Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

A Unidade Especial de Polícia

 

 

Visitei hoje a quinta, em Belas, onde estão instaladas as várias secções da Unidade Especial de Polícia da PSP. 

 

São secções de elite, com homens e mulheres que gostam do que fazem, dedicados e prontos a todos os sacrifícios pessoais, para assegurar o bem comum e a segurança de todos os cidadãos.

 

São gente de grande mérito, com um sentido muito agudo do dever e da disciplina, num Estado de Direito. Fazem parte das novas gerações de portugueses de que Portugal tanto precisa. Devem servir de exemplo a muitos dos nossos jovens.

 

 

 

 

Portugal ao lado da Itália

 

Com o caso Freeport a ganhar, cada dia que passa, novos contornos, a cheirar a corrupção de alto nível, fica-se com a impressão que a política portuguesa esta' cada vez mais próxima da italiana. O senhor da Itália, Sílvio para as damas, esta' em vias de se sentir menos só, nas reuniões europeias. Podera' passar a ter um par. A não ser que as coisas se esclareçam sem demoras.

Segurança interna

 

O senhor ministro que manda nas polícias afirmou ontem que " o combate 'a criminalidade violenta e grave continuarà a ser a prioridade da estratégia de segurança para 2009 ".

 

Aprecio a afirmação  " continuará ".

 

Talvez seja melhor " continuar "  com mais força do que em 2008.

 

Com uma estratégia mais clara.

 

Como o senhor ministro também prometeu que " oportunamente será  apresentada ... a estratégia e medidas para 2009", ficamos à espera desse momento oportuno, para que se possa fazer uma ideia.

 

Mas a verdade é que o combate eficaz  à criminalidade violenta tem que ser uma prioridade em 2009.

Combater o crime, ou brincar aos polícias e ladrões

A escolha e' muito simples: ou se combate o crime a sério ou os dirigentes do Estado andam a apenas a fingir que o fazem, como quem brinca aos polícias e ladrões.

 

Combater o crime não e’ apenas um trabalho de polícia. Por mais dedicadas que as instituições o sejam, quer se fale da PSP ou da GNR – a Judiciaria e’ outra coisa, uma casa bem mais complexa, que requer uma análise profunda em termos de eficácia e de ética --, a prevenção e acção policial são apenas uma faceta da luta contra a criminalidade.

 

A outra faceta tem que ver com a eficiência do sistema de justiça. Se um individuo e' preso hoje, para ser solto amanhã, ou ser alvo de um processo penal que de tão atabalhoado que e’, acaba na absolvição técnica do acusado e na condenação do Magistério Público, que combate ao crime e’ este?

 

Sem uma justiça com meios humanos e materiais como deve ser – os meios são a questão fundamental, mas não só --, com uma maneira moderna de fazer as coisas, sem preconceitos do passado,  a equação não estará completa e o crime continuará a florescer.

 

Polícia e Justiça são as duas faces da segurança dos cidadãos.

 

 

Portugal, cena de crime

Cada vez que a PSP ou a GNR lançam uma operação de controlo de certos lugares públicos, são apanhados dezenas de indivíduos em situação ilegal ou com casos criminais 'as costas.

 

Cada lançamento de rede, traz peixe de todo o tipo e em muitos casos, pescado do grosso e feio.

 

Da' a impressão que o crime se generalizou, que as actividades ilegais estão a fazer viver muita gente. E' como se o país se tivesse transformado, em muitas áreas, num cenário de crime.

 

Esta realidade, que e' indesmentível, levanta questões fundamentais sobre a saúde social e ética da sociedade portuguesa.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D