Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Os ratos do deserto

 

Acabo de regressar de dois dias no Leste do Chade, no sector centro, perto da fronteira sudanesa de El Geneina. É uma zona perigosa, com rebeldes do outro lado da linha de separação entre os dois países, e soldados fortemente armados e violentamente indisciplinados, deste lado e um pouco por toda a parte. Para agravar a situação, existem sérios conflitos entre a tribo que tem um homem grande em N'Djaména e as tribos locais. A tribo do senhor com poder tem objectivos de expansão territorial. Vai empurrando os habitantes tradicionais para campos de deslocados. Ficam com o controlo das terras e das pastagens. Armados até aos dentes, e com a apadrinhamento político, ousam tudo. Até se opõem às forças armadas.

 

Vim cansado, mas não esgotado.

  

 

Gente torcida

 

Copyright V. Ângelo

 

 

Certos políticos são gente torcida, com umas cores de camuflado, numa confusão de tons,  para disfarçar.

 

Ou representará esta imagem o estado do diálogo político em Portugal?

A aldeia das areias quentes

 

Copyright V. Ângelo
 
 
A aldeia fica de fora, do lado direito. Depois de duas horas de condução nas dunas, encontra-se este povoado, com cinco ou seis famílias. Famílias extensas. Mas sobretudo feitas de velhos, mulheres e crianças, que os homens estão ao serviço das armas, o único emprego que os faz sair destas areias sem.
 
As árvores do wali -- curso de água temporário, que corre apenas umas horas por ano, na altura das chuvas – dão vida aos camelos e cabras, e lenha para a cozinha. E' um equilíbrio muito precário, que só funciona se houver pouca gente,  hábitos de consumo muito simples,  e a dimensão dos rebanhos for controlada. E' precisamente este o problema. Há cada vez mais camelos e outros ruminantes. A pressão sobre os recursos naturais está a atingir níveis insustentáveis. Mesmo nesta parte do globo!
 
 
 
 
 
 

Mais uma aventura de grande valor

 

Genuíno Madruga, um Açoriano dos grandes, esta' na sua segunda volta ao mundo como navegador solitário. Neste momento, encontra-se algures no Atlântico Sul, entre a Cidade do Cabo e a Ilha de Santa Helena.
 
E' um homem bom, que luta por causas maoires que o mar. Vale a pena dar-lhe apoio.
 
 

 

http://www.genuinomadruga.com/
http://umportodostodosporum.blogspot.com/2008/01/genuno-velho-amigo-vai-com-sorte-vai.html

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D