Portugal é grande quando abre horizontes

09
Out 14

Lidos este serão em Peñafiel, na Província de Valladolid, em Espanha, vários comentários ao meu post de ontem parecem ter tropeçado numa palavra que surge no meu texto. Revelam desagrado por eu ter utilizado a expressão “saloio”. Isto é sobretudo verdade por terem dado um sentido único, apertado, linear, desactualizado, a uma palavra que a língua portuguesa enriqueceu ao longo de décadas, dando-lhe outras interpretações e subtilezas. O significado original já não existe. Já ninguém apelida de “saloio” os habitantes de Loures, Mafra e arredores. Nem mesmo quem vive agarrado ao passado pensa assim. E nós temos muita gente que passa o tempo a lutar em nome de guerras passadas.

Por outro lado, ficou claro que quem tem responsabilidades públicas tem também o dever de informar. Sem demoras. Se houve razões válidas para impedir uma aterragem que as Canárias não impediram – razões que eu continuo a não ver – é fundamental corrigir os erros da comunicação social e sair à rua com um comunicado esclarecedor. A inércia só leva à confusão. A opinião pública merece mais atenção e mais genica.

publicado por victorangelo às 21:52

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
14

24



subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO