Portugal é grande quando abre horizontes

23
Set 19

O discurso que Greta Thunberg pronunciou hoje nas Nações Unidas, na Cimeira sobre o Clima, vai ficar na história. Foi uma intervenção curta, profundamente humana, sentida, verdadeira e directa. É impossível ficar indiferente perante o que disse e a maneira como o disse.

Mas os líderes políticos têm como uma das suas características o ficar indiferente. É isso que se viu, em grande medida, ao longo da cimeira. Em vez de falarem do que é possível, da sequência das acções que poderiam ser levadas a cabo, prometem financiamentos que não se realizam, fundos de compensação em que ninguém acredita, prazos que estão para lá do razoável, com metas prometidas para daqui a 20 ou 30 anos.

A verdade é que há urgência. Essa é a mensagem que fica, quando se ouve Greta e os outros jovens que estiveram ontem e hoje em Nova Iorque. E fica igualmente uma réstia de esperança, quando se vê que esta nova geração milita de modo determinado pelas mudanças que se impõem mas que os políticos de agora preferem ignorar ou tratar com paninhos quentes e muita conversa.

Greta merecerá o Prémio Nobel da Paz deste ano. Mas merece ainda mais: que a tratemos com respeito e que respondamos com medidas concretas e estruturantes aos desafios que nos lança.

 

 

 

 

 

 

publicado por victorangelo às 20:39

Vi o discurso de Greta e também o considerei verdadeiro e muito humano, admiro muito a sua batalha, uma batalha que deveria ser de todos nós. No entanto, considero que a classe política que a ouviu, infelizmente ouviu-a com alguma indiferença.
Margarida a 25 de Setembro de 2019 às 14:35

Boa tarde Sr, Victor Angelo. Gostaria de saber porque razão o meu post foi apagado. Apenas deixei informação. Como dono do seu Blog tem todo o direito, compreendo apenas lamento. Obrigado.
Anónimo a 25 de Setembro de 2019 às 15:08

O seu post não comentava o meu escrito nem tratava do assunto. Obrigado pela tenção, de qualquer modo. VA

atenção, atenção, quero dizer
victorangelo a 26 de Setembro de 2019 às 19:37

Uma miúda doente e a precisar de urgente tratamento!
ACarvalho a 25 de Setembro de 2019 às 15:29

Deixa as drogas ó jantado.
Anónimo a 25 de Setembro de 2019 às 17:29

Quando alguém diz a verdade antes de nós que nos achamos muito inteligentes, e ainda por cima tem apenas 15-16 anos... é tramado para o ego! ;)
AP a 25 de Setembro de 2019 às 19:24

Efectivamente, doente, pela poluição que a todos nós mata, e a precisar de urgente tratamento que passa por reverter toda estas causas que originam essa mesma poluição.
Comentário certeiro que é necessário saber ler nas entrelinhas, coisa impossível para alguns!

Anónimo a 25 de Setembro de 2019 às 19:52

De acordo com a vontade de Alfred Nobel, o prémio deveria distinguir "a pessoa que tivesse feito a maior ou melhor ação pela fraternidade entre as nações, pela abolição e redução dos esforços de guerra e pela manutenção e promoção de tratados de paz". O que é que isto tem a ver com a Greta?
Pedro Oliveira a 25 de Setembro de 2019 às 16:50

Chegada a hora de dizer "somos todos Greta",,,
A propósito dos comentários imbecis que tenho lido não posso deixar de citar um clássico grego de seu nome Aristófanes:
"A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada e a embriaguez passa, mas a estupidez dura para sempre"
Pedro Qwara a 25 de Setembro de 2019 às 18:42

O futuro não irá mudar pelas escolhas políticas, só irá mudar pelas nossas escolhas diárias. Se não usarmos o carro a diesel/gasolina, se metermos painéis solares, se captarmos a água das chuvas e não a desperdiçarmos, se fizermos compostagem da maioria dos nossos resíduos, se consumirmos produtos locais, se não comprarmos produtos embalados. A bola está do nosso lado independentemente da política escolhida.
NicG a 26 de Setembro de 2019 às 10:56

twitter
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

18
19
20
21

28



<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO