Portugal é grande quando abre horizontes

18
Mar 11
O meu amigo Tito, no comentário que faz ao meu blog sobre a "mau político", pergunta se vivemos "numa sociedade irresponsável". Ou seja, num país sem "a mínima noção de dever, preocupação e responsabilidade..."
 
A minha resposta dirá que sim. Pelo menos, no que respeita à grande maioria da classe política. É um dos grandes problemas da situação actual. As pessoas olham para um lado e depois para o outro e vêem apenas gente que está na vida pública por interesse pessoal, nada mais. O sentido do dever, a dedicação ao bem comum, o espírito de missão, se existem, não se notam. E, como tantas vezes se tem dito, as máquinas partidárias são meros trampolins, essenciais para o acesso ao poder, aos negócios e à riqueza. 
 
E como o exemplo vem de cima, os de baixo dizem, então, "deixa andar". Assim se corrompe um país. Assim se destroem os valores da confiança e da solidariedade. Sem eles, ficamos todos mais pobres. Até no sentido económico do conceito, pois um país que sofra uma crise de valores nao é um sítio atractivo, em termos de investimentos sérios. 
 
publicado por victorangelo às 20:36

12
Fev 09

 

Copyright V. Ângelo

 

Estou do outro lado das montanhas, 'a  deriva num deserto de céus azuis. Um andante parado, perdido nos passos cansados, senhor de poucas ilusões, camarada de muitas solidões, cavaleiro das causas perdidas. Um luxo, diriam alguns. Que inveja, diriam outros. Que loucura, dirão os sãos de espírito.

 

Hoje a temperatura chegou aos 50 graus.  Um calor que faz esquecer o resto do mundo. O amigo disse Freeport?

 

Passei o dia a parlamentar, a falar de pontos e vírgulas. 

 

Que diabo de vida! 

publicado por victorangelo às 21:32

twitter
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
15
16

17
22
23

24
25
26
27
28
29
30


subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO