Portugal é grande quando abre horizontes

30
Nov 08

O PCP, que hoje concluiu o seu XVIII Congresso, responde à crise de agora com a linguagem dos tempos de outrora. E´ uma maneira simples e acessível de explicar a embrulhada actual e de oferecer um porto de refúgio a quem as tempestades da vida não deram muitas oportunidades.

 

Mas também um beco sem saída.

 

O respeito histórico que o PCP merece, pelo seu papel na luta contra a ditadura, não invalida que se reconheça o desajustamento actual. Gente boa, certamente, mas fora dos carris do futuro.

 

 

publicado por victorangelo às 22:22

twitter
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

O Partido refúgio

<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO