Portugal é grande quando abre horizontes

25
Out 09

 

Há, neste momento, uma paranóia na região. Diz-se que os guerrilheiros do Lord's Resistance Army (LRA), o Exército da Resistência do Senhor (Deus), conhecidos pelo número de crianças que raptaram até hoje, andam por estas paragens.

 

Os meus serviços de informação e análise de dados confirmam apenas a presença de pequenos grupos dispersos, fugidos do Norte do Uganda. Actualmente, estarão nas florestas do Sudeste da RCA, longe da capital centro-africana. Comportam-se como loucos de Deus, são violentos e primitivos. Mas não representam uma força a sério. São, no entanto, uma ameaça para os habitantes das aldeias da zona.

 

É preciso combatê-los. Como raptam crianças e escravizam mulheres, são alvo de uma atenção especial. São procurados sob a perspectiva da prática de crimes contra humanidade.

 

O chefe é Joseph Kony. Um iluminado. Um antigo menino de coro. Um inimigo jurado de Museveni. Que quer ver os dez mandamentos como base da governação política. O homem tem amigos em Cartum. Amigos muçulmanos. Parece que é apoiado pela liderança sudanesa, tendo em conta a sua capacidade para criar instabilidade no Sul do Sudão, uma região que se quer separar do resto do país.

 

 

publicado por victorangelo às 20:28

twitter
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
17
19

22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Os loucos do Senhor

subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO